BRASÍLIA (Reuters) - O plenário do Supremo Tribunal Federal elegeu, nesta quarta-feira, o ministro Cezar Peluso como novo presidente da corte para o biênio de 2010-2011. Para a vice-presidência, foi escolhido o ministro Carlos Ayres Britto. Peluso e Britto foram os primeiros a serem indicados ao Supremo pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, além do ministro Joaquim Barbosa. A posse dos três ocorreu em 25 de junho de 2003.

O novo presidente elogiou a tradição da Suprema Corte, segundo a qual são escolhidos para a presidência os ministros que atuam há mais tempo no tribunal e que ainda não tenham sido eleitos para o cargo. Cezar Peluso ocupava a vice-presidência do mandato atual.

"Ninguém poria em dúvida que essa eleição representa, em primeiro lugar, a fidelidade da Casa a esta lei tão saudável à condução dos seus destinos e, por outro lado, também a generosidade e a confiança de vossas excelências, a quem eu quero publicamente agradecer", declarou Peluso, após a confirmação de sua eleição.

A eleição no STF estende-se para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de acordo com emenda constitucional aprovada em novembro do ano passado. Peluso e Britto são automaticamente designados para a presidência e a vice do conselho. A posse dos dois está marcada para 23 de abril.

Na véspera, o ministro Ricardo Lewandowski, do STF, foi eleito presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.