Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Pelo menos oito pessoas devem receber órgãos de Eloá

Pelo menos oito pessoas, todas de São Paulo, vão receber nesta segunda-feira os órgãos da jovem Eloá, de 15 anos, que foi baleada na cabeça na sexta-feira, após ficar 100 horas como refém do ex-namorado no Conjunto Habitacional do Jardim Santo André, no ABC paulista.

Agência Estado |

Menos de 12 horas após ser informada, na noite de anteontem, pelo Centro Hospitalar Municipal Santo André de que a garota havia tido morte cerebral, a família decidiu pela doação dos órgãos.

"Logo que soubermos quem são os receptores, a Central de Transplantes do Governo do Estado entrará em contato com eles, para que se dirijam aos hospitais onde receberão os órgãos", explicou o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata, que esteve ontem no Centro Hospitalar.

Após a captação dos órgãos, o corpo de Eloá foi liberado para exames no Instituto Médico-Legal de Santo André e, posteriormente, para velório e enterro. Um jazigo foi oferecido gratuitamente à família, no domingo, pela administração do cemitério particular de Santo André.

Nayara - Segundo os médicos do Centro Hospitalar, Nayara, de 15 anos, a amiga de Eloá que também foi feita refém por Alves, tem "bom quadro evolutivo" para a cirurgia facial a que foi submetida. Ela foi atingida por um tiro na face.

"Houve diminuição do edema e nenhum sinal de infecção", disse o cirurgião Marcelo Cini. "Ela está consciente e conversa bastante, mas só falamos sobre procedimentos médicos." Nayara deve receber alta até o fim da semana.

Leia tudo sobre: seqüestro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG