Pelo menos 8 estão em estado grave após desabamento

Subiu de cinco para oito, no mínimo, o número de pessoas em estado grave, vítimas do desabamento da sede da Igreja Renascer na noite de ontem, no Cambuci, zona sul. Já o número de mortos chega a nove.

Agência Estado |

As informações foram divulgadas no final da tarde desta segunda-feira pela assessoria de imprensa da Igreja Evangélica Renascer em Cristo.

De acordo com a lista atualizada e divulgada pela assessoria da igreja, as vítimas em estado grave estão internadas no Hospital das Clínicas (1), no Hospital do Servidor Público Municipal (3), no Hospital Santa Cruz (1) e no Hospital São Paulo (3). A lista com os nomes das vítimas pode ser visualizada no site da assessoria da igreja.

A Defesa Civil deverá concluir amanhã a vistoria nas sete casas e no comércio situados no entorno da sede mundial da Igreja Renascer em Cristo. A estrutura da sede desabou no momento em que fiéis saíam de um culto e outros chegavam para nova celebração, por volta das 19 horas.

Em razão do risco de um dos muros da igreja cair, os oito imóveis tiveram de ser interditados. Cerca de 15 moradores estão desalojados - foram para as residências de parentes e amigos. Não há desabrigados. Segundo a Defesa Civil, a liberação dos imóveis está condicionada ao futuro do muro, que poderá ser demolido ou consertado. A medida a ser tomada será indicada por um engenheiro da Subprefeitura da Sé, de acordo com a Defesa.

Leia também:

Leia mais sobre: I greja Renascer

    Leia tudo sobre: renascer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG