RIO DE JANEIRO - Pelo terceiro dia consecutivo, a rede ferroviária do Rio de Janeiro apresentou problemas. De acordo com a SuperVia, por volta das 7h, uma subestação de energia na estação Santa Cruz apresentou problemas, o que provocou atrasos de até 20 minutos na circulação dos trens.

Segundo a concessionária, o atraso aconteceu nos trens das estações de Santa Cruz e Deodoro. A empresa informou que o problema foi solucionado às 7h20 e a circulação está "gradativamente sendo normalizada".

Em razão do incidente, a SuperVia fechou preventivamente, por 10 minutos, as estações de Bangu à Santa Cruz.

Protestos

Na tarde de quinta-feira, a Central do Brasil, no centro da capital fluminense, ficou fechada por mais de uma hora após passageiros realizarem um protesto devido ao atraso nos trens, causado por problemas técnicos em uma das composições.

AE
Polícia Militar tenta conter o tumulto na Central do Brasil na quinta-feira

Homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM) usaram gás lacrimogêneo, gás de pimenta e balas de borracha para impedir que os manifestantes quebrassem a estação. Ao menos cinco pessoas ficaram feridas.

Na quarta-feira, uma pane nos serviços também interferiu na circulação dos trens e provocou tumulto, deixando mais de dez feridos. Revoltados, os passageiros quebraram catracas e colocaram fogo em um vagão.

Leia mais sobre: transporte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.