Pellicano, detetive dos famosos em Hollywood, pega 15 anos de prisão

O detetive Anthony Pellicano, conhecido como o espião das estrelas, foi condenado a 15 anos de prisão nesta segunda-feira, por realizar grampos telefônicos para alguns figurões de Hollywood, informou uma fonte judicial em Los Angeles.

AFP |

Pellicano, de 64 anos, foi considerado culpado de 76 acusações pelo juri de um tribunal federal, incluindo formação de quadrilha.

Pellicano teve entre seus clientes vários membros da sociedade de Hollywood, incluindo Michael Jackson, Demi Moore e Elizabeth Taylor.

O detetive investigava desde casos de divórcio até conflitos de interesses entre produtores de cinema e diretores.

pb/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG