A divisão da http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2010/03/10/camara+aprova+distribuicao+de+royalties+do+pre+sal+a+estados+nao+produtores+9423184.htmlreceita dos royalties de petróleo, entre todos os Estados da União - conforme determina a chamada emenda Ibsen Pinheiro aprovada pela Câmara - tira R$ 7 bilhões dos municípios do Rio de Janeiro, mas pode custar muito caro, eleitoralmente no Estado, para a candidata do governo federal a presidente da República. O deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) disse ao iG que a polêmica tomou tamanha proporção no Rio que, se o projeto não for barrado pelo governo, a pré-candidata Dilma Rousseff, ¿pode esquecer votos do povo fluminense¿.

Mas Eduardo Cunha aposta que o Palácio trabalhará contra o projeto: "A ministra já mostrou que está em sintonia conosco. Ele duvida até que a polêmica perdure. Acha que será resolvida antes de se cumprir a ameaça de paralisação das obras do PAC.

Na terça-feira, Eduardo Cunha pretende  entrar com um mandado de segurança no STF (Supremo Tribunal Federal) alegando  erro regimental dos deputados que apresentaram a emenda. Eduardo Cunha vai mais longe. diz que dará entrada no Congresso em uma proposta de emenda constitucional (PEC) para separar o Rio de Janeiro do Brasil.

"Só para mostrar que podemos ter propostas é tão esdrúxulas como foi esta emenda do Ibsen", afirma

A Emenda 387, proposta pelos deputados Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) e Humberto Souto (PPS-MG), foi aprovada na Câmara e segue para o Senado. O líder do governo, Cândido Vacarezza (PT), disse que se passar no Senado,  ela será vetada pelo presidente Lula por considerá-la inconstitucional. A emenda prevê a distribuição dos royalties segundo os critérios do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), inclusive para os campos já em produção.

O governador Sérgio  Cabral vai ao Senado em busca do apoio de senadores como Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR) para mudar o texto aprovado na Câmara e preservar a receita dos Estados produtores de petróleo. Na quinta-feira, no final de uma palestra para estudantes da Pontifícia Universidade Católica (PUC), que o convidou para a aula inaugural do ano letivo, o governador disse que a sessão que aprovou a emenda foi um linchamento do Rio. Chegou a chorar durante a palestra.

Leia mais sobre royalties do petróleo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.