irreais , diz secretário de SP - Brasil - iG" /

Pedidos de policiais são irreais , diz secretário de SP

O secretário de Gestão do Estado de São Paulo, Sidney Beraldo, considera irreais e inconstitucionais as reivindicações dos funcionários da Polícia Civil, que ameaçam retomar a greve se não receberem reajuste salarial de 58%. Infelizmente, as reivindicações continuam irreais.

Agência Estado |

As categorias mantiveram reivindicações inconstitucionais", informou Beraldo, em nota divulgada hoje, citando como exemplo a proposta de escolha do delegado-geral por meio de eleição.

Representantes dos trabalhadores e das secretarias estaduais da Gestão e de Segurança Pública (SSP) tiveram hoje uma reunião de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP), mas não chegaram a um consenso. O governo terá até o dia 29 para apresentar à Justiça uma proposta de reajuste, a ser discutida com a categoria. No dia 4, sairá a proposta final e os policiais civis se reunirão para decidir se retomam ou não a greve.

Beraldo afirma que o reajuste pedido pelos policiais oneraria em R$ 8 bilhões o governo, o que dobraria a folha de pagamento da SSP. "O governo busca um entendimento que contemple a valorização da polícia, dentro das possibilidades orçamentárias do Estado."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG