Pedida prisão de acusado de jogar mãe e filho de prédio

A operadora de caixa Andréia Cristina Bezerra Nóbrega, de 31 anos, e o filho dela, Lucas, de 6, caíram no início da noite de anteontem do 3º andar do prédio onde viviam, em Guarulhos (SP). Andréia morreu na queda e Lucas, que bateu no parapeito do edifício, fraturou o maxilar e está internado, mas não corre risco de morte.

Agência Estado |

A polícia suspeita que os dois tenham sido atirados da janela pelo ex-marido de Andréia e pai de Lucas, o cantor Evandro Correia, de 35 anos, que está foragido e teve a prisão temporária decretada pela Justiça.

A queda ocorreu por volta das 18 horas de terça-feira no Jardim de Santa Mena, em Guarulhos. Segundo informações do 2º DP, uma testemunha disse ter visto Correia sair do prédio logo após a queda e entrar num Taurus, que teve a placa identificada. Imagens do circuito de TV de uma agência dos Correios mostram um homem vestido de preto sair pela porta sem prestar atendimento a Andréia, caída na calçada. O caso foi registrado como homicídio qualificado e tentativa de homicídio.

Segundo a irmã de Andréia, a operadora de caixa Daiane Cristina Nascimento, Lucas - falando com dificuldade por causa aos sedativos - disse a uma outra tia que o pai cortou a mangueira de gás do apartamento e que, com uma faca nas mãos, queria matar a mãe e ele. Segundo a família de Andréia, os dois se conheceram há 14 anos. Os dois freqüentavam a mesma igreja evangélica. A família diz que hoje o cantor está casado com outra mulher. Correia participou, há alguns anos, do quadro de calouros do programa Raul Gil e tem um CD gravado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG