Pedágio terá reajuste de 11,52% nas estradas de SP

Viajar para as férias de meio de ano vai ficar mais caro, a partir de terça-feira. Ontem, a Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) anunciou a tabela com os novos valores de pedágios em rodovias concedidas à iniciativa privada, com reajuste de 11,52%.

Agência Estado |

Com isso, a tarifa mais cara estará no Sistema Anchieta-Imigrantes. Quem for de São Paulo a Santos ou a São Vicente, por exemplo, terá de pagar R$ 17 - hoje, esses trechos custam R$ 15,40.

Segundo a Artesp, entidade responsável pela administração das rodovias paulistas com pedágios, esse aumento foi calculado com base no Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) apurado entre junho de 2007 e maio deste ano. As novas tabelas já começam a valer a partir da meia-noite do dia 1º de julho. A agência informou que o índice de reajuste é o mesmo para todas as concessionárias. Contudo, por conta de critérios de arredondamento adotados para facilitar o troco, o preço de algumas praças foi corrigido com um porcentual pouco abaixo ou acima dos 11,52%.

Com essa correção, os motoristas que costumam ir de São Paulo a Campinas pela Via Anhangüera vão pagar R$ 5,90 na praça do pedágio de Caieiras, em vez da atual tarifa, de R$ 5,30, cobrada na estrada cuja concessionária é a Autoban. Os dois trechos mais caros do Estado, de acordo com informações fornecidas pela Artesp, serão os da Baixada. A tarifa nas pistas simples passa de R$ 0,077 por quilômetro para R$ 0,085. No caso das pistas duplas, o valor sobe de R$ 0,107 para R$ 0,120. Já para os sistemas, vai de R$ 0,123 para R$ 0,137.

As tarifas mais baixas de São Paulo, no entanto, terão um impacto bem menor no bolso. Para entrar em Diadema, pela Imigrantes, os motoristas passarão a pagar R$ 1,20 (o valor atual é R$ 1). Na mesma via, no trecho Eldorado, o custo para os paulistanos vai subir de R$ 2,20 para R$ 2,40.

Com o reajuste, a concessionária Autovias passará a cobrar R$ 6 no pedágio de Batatais, para quem viaja entre Ribeirão Preto e Franca, no interior do Estado. O valor atual é de R$ 5,40. Os trechos da Via Oeste também ficarão mais caros: na Rodovia Presidente Castello Branco, os motoristas terão de pagar R$ 6 nas praças de Barueri (Marginal Leste) e Osasco (Marginal Oeste) para trafegar entre São Paulo e Sorocaba. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG