Peão morre pisoteado por touro durante rodeio em Santa Catarina

Segundo a Instituto Médico Legal, Gilberto Morato teve morte cerebral instantânea após ser atingido por um touro na cabeça

AE |

selo

O peão Gilberto Morato, de 32 anos, morreu na noite da sexta-feira (06), ao ser pisoteado por um touro, durante um rodeio em Belmonte, em Santa Catarina. Segundo Edson Brustolin, proprietário da Geração Country, organizadora da Expo Belmonte, Gilberto participava da disputa do prêmio oferecido à melhor montaria do rodeio quando o animal o desequilibrou e o derrubou. 

Leia também: Ministério Público quer impedir rodeios em cidades no interior de SP

Ele caiu ao chão e foi pisoteado pelo animal na cabeça, tendo morte cerebral instantânea, segundo laudo do Instituto Médico Legal da cidade, de acordo com informações de Brustolin. 

Morato chegou a ser levado para um pronto-socorro, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com Brustolin, ele montava desde os 22 anos e havia acabado de ganhar um prêmio. O organizador informou ainda que uma seguradora de São Paulo irá providenciar o pagamento do seguro de vida para a mãe de Gilberto e para sua filha. 

O peão usava apenas um colete de proteção, que é obrigatório durante as competições, e não estava com capacete, acessório de segurança usado por alguns dos participantes.

    Leia tudo sobre: santa catarinapeãorodeio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG