Peaches Geldof ganha indenização de jornal que a chamou de prostituta

LONDRES (Reuters Life!) - Peaches Geldof ganhou um processo em que pediu indenização substancial, mas de valor não revelado, por calúnia, devido a um artigo de jornal que deixou entender que ela seria uma prostituta que cobraria 5.000 libras (8.000 dólares) por noite. A apresentadora de TV e modelo de 20 anos, filha do ativista Bob Geldof, responsável pela campanha Live Aid, moveu um processo contra o jornal The Daily Star por uma matéria de primeira página publicada em setembro de 2008.

Reuters |

Seu advogado, Jonathan Coad, disse ao juiz Eady, da Alta Corte de Londres, que num primeiro momento ela procurou a Comissão de Queixas contra a Imprensa para denunciar o artigo, intitulado "Peaches: Passe a Noite Comigo por 5.000."

De acordo com a Press Association, a empresa Express Newspapers reconheceu que o título deixou entender que Peaches Geldof "prestava serviços de natureza sexual pessoal em troca de pagamento."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG