Responsável por delegacia antipirataria é preso em Pernambuco

Ele é acusado de formação de quadrilha e corrupção por cobrar propina para liberar mercadoria

AE |

selo

Cinco policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial, conhecida como Delegacia Anti-Pirataria, foram presos hoje em Pernambuco assim como o seu delegado titular, Tiago Cardoso, acusados de formação de quadrilha, peculato e corrupção passiva, entre outros crimes.

Eles cobravam propina para liberar mercadoria apreendida e vinham sendo investigados há um ano, quando a Polícia Civil recebeu denúncia de um comerciante que se negou a pagar suborno para ter sua mercadoria liberada.

No Ceará: Ex-morador de rua que apanhou da polícia torna-se oficial da Polícia Militar

Cardoso era titular da delegacia há dois anos. Nas casas dos policiais, foi encontrado dinheiro em moeda estrangeira e inquéritos que deveriam estar na delegacia. Responsável pela operação, o diretor de policia Osvaldo Moraes realizou a prisão preventiva dos policiais, determinada pela justiça, e os encaminhou para o presídio Cotel.

    Leia tudo sobre: delegado piratariamercadoria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG