Pernambuco faz apreensão recorde de cocaína no Estado

Casal foi preso neste domingo com cerca de 335 quilos da droga dentro de um barco

Renata Baptista, iG Pernambuco |

Um casal foi preso neste domingo com cerca de 335 quilos de cocaína escondidos em um barco ancorado no Iate Clube do Recife. De acordo com a polícia, o argentino Carlos Nicholas Lombardo, de 33 anos, apontado como proprietário do barco, e a namorada, a pernambucana Yasmim Kercylla de França, de 21 anos, viajariam nesta segunda-feira para a Europa na embarcação.

Esta foi a maior apreensão da droga já realizada pela Polícia Civil em Pernambuco, que deu o flagrante após uma denúncia anônima.

O valor da droga é estimado pela polícia em mais R$ 8 milhões, caso a droga fosse vendida em atacado. Já no varejo, poderia ser vendida por cerca de R$ 25 milhões.

A droga foi encaminhada para o Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), e após passar por análise, será incinerada.

Em depoimento à polícia, Carlos Nicholas negou saber da origem da droga e disse que comprou o barco em janeiro de um amigo por um valor abaixo do mercado e que iria à Espanha com ele. Já Yasmim de França afirmou saber da existência da droga. Os dois foram autuados por tráfico internacional de entorpecente.

O argentino foi encaminhado ao Centro de Triagem, em Abreu e Lima (região metropolitana de Recife) e a namorada dele à Colônia Penal Feminina do Recife.

    Leia tudo sobre: PernambucococaínaRecife

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG