MST invade agências da Caixa no interior de Pernambuco

Não há registro de destruição das agências do banco. Manifestantes querem mais recursos para construir casas em assentamentos

Renata Baptista, iG Pernambuco |

Manifestantes ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) invadiram, na manhã desta sexta-feira, as agências da Caixa Econômica Federal nos municípios de Serra Talhada (no Sertão de Pernambuco, a 418 km de Recife), Timbaúba (Zona da Mata, a 98 km de Recife), Limoeiro (Agreste, a 77 km de Recife) e Caruaru (no Agreste, a 135 km de Recife).

De acordo com Adelmir Carvalho, da direção estadual do MST, a manifestação é pacífica e tem como objetivo protestar contra algumas pendências em convênios que têm inviabilizado a construção de casas em assentamentos.

O movimento afirma que existem, no Estado, 600 casas com obras paradas por falta de recursos. Segundo Carvalho, a lentidão no processo fez com que a planilha ficasse ultrapassada, então as famílias querem um complemento de R$ 7 mil para a construção das casas de acordo com a planta elaborada pelo convênio entre a Caixa e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O valor previsto para a casa era de R$ 11 mil, mas, de acordo com Carvalho, o preço delas está em R$ 18 mil. 

Após reunião de representantes do MST com a Superintendência da Caixa, em Caruaru, as agências foram liberadas pelos manifestantes.

    Leia tudo sobre: PernambucoSerra TalhadaTimbaúbaCaruaruCaixa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG