Investigador diz que caixas-pretas estão queimadas

Ainda será feito um primeiro exame para verificar as condições de leitura dos equipamentos

AE |

selo

O presidente da comissão que investiga a queda do L410 da Noar Linhas Aéreas, coronel Fernando Silva Alves de Camargo, disse nesta quinta-feira em entrevista à Rádio Força Aérea FM que as caixas-pretas da aeronave estão queimadas e serão encaminhadas ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aernáuticos (Cenipa). Segundo ele, será feito um primeiro exame para verificar as condições de leitura dos equipamentos. 

De acordo com o coronel, a coleta de materiais na área do acidente está encerrada. Foram recolhidos dois motores, o conjunto de hélices, o painel de alarmes, as caixas-pretas e alguns componentes pequenos, a exemplo e interruptores e alavancas que deverão ser analisados depois de passar por uma triagem.  

Na sua avaliação, por serem fabricados na República Tcheca, a análise dos motores terá uma dificuldade adicional: "sua abertura exige ferramentas específicas", observou ele, que não aposta em nenhuma hipótese sobre as causas do acidente."Por enquanto, estamos mais coletando dados do que fazendo conjecturas".

    Leia tudo sobre: acidente aéreonoaravião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG