Manifestantes protestaram contra reintegração de posse de prédio invadido por famílias ligadas ao movimento. Via já foi liberada

Manifestantes ligados ao Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) bloquearam, na manhã desta segunda-feira, uma das principais avenidas do centro do Recife em protesto contra o pedido de reintegração de posse de um prédio invadido por cerca de 100 famílias.

O bloqueio na avenida Conde da Boa Vista durou cerca de uma hora e meia, o que provocou congestionamento na região. Os manifestantes atearam fogo a pneus e Os bombeiros foram acionados e controlaram a situação.

Mais tarde, por volta das 9h, os manifestantes - cerca de 100 famílias, de acordo com o movimento - seguiram em marcha até a sede da Secretaria de Articulação Social e Regional, no Bairro do Recife.

Os manifestantes protestaram contra a ordem de reintegração de posse do prédio onde funcionava o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que fica na rua do Hospício, e foi invadido pelas famílias há cerca de três meses.

O coordenador estadual do MTST Salatiel Brandão disse que há 15 dias havia participado de reunião com representantes do governo e do IBGE, que deram prazo de 90 dias para que as famílias arrumassem um novo local para morar. Brandão disse que eles foram surpreendidos com a ordem de reintegração de posse. "As famílias não têm para onde ir", disse ele.

Após reunião com representantes da Secretaria de Articulação Social e Regional, ficou acordado que o prazo para que o grupo que está no prédio do IBGE deixe o local, que pela ordem judicial deveria ser até quinta-feira, foi prorrogado para o dia 15 de abril. Até lá, o movimento vai a Brasília para pedir a desapropriação do prédio ao governo federal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.