Falha no motor provocou queda do avião da Noar, diz Cenipa

Segundo o órgão, a investigação não é conclusiva e ainda está em adamento. O inquérito corre em segredo de Justiça

AE |

selo

Uma falha no motor esquerdo foi uma das causas que levaram a queda da aeronave LED-410 da Noar , em 13 de julho deste ano, no bairro de Boa Viagem, zona sul do Recife, matando 16 pessoas, entre eles 14 passageiros e dois tripulantes.

A informação foi dada hoje pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) depois de uma conversa com parentes e amigos das vítimas.

O chefe do Cenipa, brigadeiro Carlos Alberto da Conceição, fez questão de dizer que a investigação do Cenipa não visa apontar culpados ou responsáveis, mas a prevenção de acidentes.

Segundo a Cenipa, uma das peças do motor, a haleta, estava em processo de fadiga e se rompeu levando à falha no motor esquerdo. Ela tem dois centímetros e fica dentro do motor, onde existem pelo menos outras 50 haletas.

A investigação não é conclusiva e ainda está em andamento, sem prazo para terminar. Segundo o brigadeiro, a manutenção do motor é de responsabilidade do fabricante, a GE. O inquérito da Polícia Federal, que corre em segredo de Justiça, é que vai apontar a responsabilidade pelo acidente.

Antes de falar com a imprensa, o brigadeiro falou com familiares e amigos das vítimas, que se mostraram satisfeitos com o andamento das investigações e hoje estão formalizando a criação da Associação dos Parentes e Amigos das vítimas desse voo.

    Leia tudo sobre: aviãoacidentebimotorrecifenoar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG