Estudante de Pernambuco é disputado pelo Facebook e pelo Google

Estudante de ciências da computação, Víctor Barbosa de Oliveira Medeiros recebeu as duas propostas. No final, optou pela rede social

Renata Baptista, iG Pernambuco |

Recusar uma proposta de emprego no Google e estar de malas prontas para se mudar para Mountain View, nos Estados Unidos, onde vai trabalhar no Facebook. Víctor Barbosa de Oliveira Medeiros conseguiu os feitos. Detalhe: ele tem apenas 22 anos e ainda é estudante.

A formatura no curso de Ciência da Computação acontece no fim do mês, pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Nascido no Recife e tendo morado a vida toda em Olinda (na região metropolitana), ele afirma que a família está um pouco apreensiva pela distância que vai separá-los, mas que, ainda assim, está bastante feliz por ele ter atingido um objetivo.

Arquivo Pessoal
Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, no centro. Victor está à direita, com a camiseta azul da empresa
Segundo Víctor, as portas para o Facebook se abriram para ele pela Maratona de Programação (evento anual promovido nacionalmente pela Sociedade Brasileira de Computação), da qual ele participou em 2008 e 2009.

Em 2009, quando o Facebook veio ao Brasil recrutar estagiários, o time dele ficou em primeiro lugar na maratona. Surgiu então o primeiro convite para estágio - ele ficou lá em 2010 como engenheiro de software por três meses. Este ano, houve um novo convite, e ele passou mais quatro meses na empresa. Depois disso, veio a chance de participar da equipe de forma definitiva.

Propostas

Antes de receber o convite para o segundo estágio no Facebook, Víctor afirma ter recebido um e-mail de uma recrutadora da Google perguntando se ele tinha interesse em saber mais sobre as oportunidades que a empresa oferece.

"Fui chamado para fazer as entrevistas. Faltando algumas semanas para meu estágio no Facebook acabar, ainda antes de receber a oferta de lá, recebi a oferta da Google", disse Víctor ao iG . "Foi uma escolha difícil, ambas as empresas são excelentes", disse ele, filho de uma família de classe média.

Arquivo Pessoal
Víctor Barbosa de Oliveira Medeiros, disputado pelo Google e pelo Facebook
Sobre o trabalho no Facebook, Víctor diz que é uma empresa aberta, onde o funcionário pode se comunicar com qualquer pessoa da empresa facilmente, inclusive com diretores e o presidente.

Sobre Mark Zuckerberg, o co-fundador e CEO do Facebook, Víctor afirma que ele anda como se fosse um funcionário qualquer e, mesmo sem trabalhar diretamente com ele, já trocou algumas palavras com o novo chefe em um churrasco.

Expectativas

Víctor sonha alto com sua carreira, que está apenas começando. Modesto, ele atribui seu sucesso a muito estudo e dedicação. Segundo ele, sua vontade é abrir uma empresa própria "o mais rápido possível".

"Agora vejo que começar a carreira em uma empresa grande e dinâmica como o Facebook vai me trazer muito mais conhecimento rapidamente, me ajudando em qualquer escolha que eu tome mais na frente para a minha carreira", completa ele.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG