Anac suspende operações da Noar em Pernambuco

Agência Nacional de Aviação Civil vai verificar se empresa adota práticas irregulares. Passageiros serão remanejados

iG São Paulo |

A empresa Noar Linhas Aéreas voltou a suspender temporariamente suas operações na tarde deste domingo por determinação Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Em nota, a agencia afirmou que recebeu informações de que a companhia estaria adotando práticas irregulares, que precisam ser verificadas. Não há previsão para a normalização das operações.

A Anac informou que recebeu da Rede Globo de Televisão cópias escaneadas de possíveis anotações feitas por pilotos da empresa relatando problemas técnicos recorrentes em uma aeronave da companhia (não a do acidente). Segundo nota da agência, essas anotações deveriam constar no Diário de Bordo. A veracidade de tais informações vai ser investigada.

A Noar, por sua vez, divulgou uma nota informando que a  Anac solicitou explicação sobre a existência de um documento auxiliar de registro de aeronavegabilidade, que foi furtado da empresa nos dias subsequentes ao acidente ocorrido na última quarta-feira e que matou 16 pessoas.

Segundo a companhia, esse registro tem a finalidade de apresentar impressões e percepções das tripulações acerca do funcionamento das aeronaves e que podem se transformar em ordens de serviço. "Comunicamos ainda que o referido documento foi furtado da empresa nos dias subsequentes ao acidente, fato registrado através de Boletim de Ocorrência Policial. A administração da empresa esclarece que o incidente não trouxe prejuízos à companhia e à investigação relativa ao acidente do voo 4896, porque a Noar Linhas Aéreas dispõe de outras fontes dos registros", informa o comunicado. 

Os passageiros que foram afetados pela suspensão dos voos deverão ser remanejados para outras companhias aéreas ou em outros meios de transporte. Segundo resolução da Anac, os passageiros também podem solicitar devolução do dinheiro pago pela passagem. Não há previsão de data para que a Noar volte a operar.

Na última quarta-feira um bimotor da Noar caiu pouco após decolar, às 6h51, no bairro de Boa Viagem, zona sul do Recife. A aeronave deveria cumprir o voo 4896 pela rota Recife-Natal-Mossoró. Todos os 16 ocupantes morreram.


* Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: noaraviãoacidentepernambuco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG