PDT protesta contra afastamento de Jackson Lago

A bancada do PDT na Câmara dos Deputados divulgou hoje uma nota de solidariedade ao governador cassado do Maranhão, Jackson Lago (PDT), rebelando-se contra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de mandar empossar no governo do Estado a segunda colocada nas eleições de 2006, senadora Roseana Sarney (PMDB-MA). Na avaliação da cúpula pedetista, a cassação de Lago, por abuso de poder econômico na campanha eleitoral, é um golpe desfechado contra a soberania popular do povo maranhense.

Agência Estado |

" Lago foi cassado sob acusação de abuso de poder econômico.

No documento, de 32 linhas, a bancada do PDT afirma que a condenação não tem respaldo e que o abuso de poder econômico é uma acusação que "se concilia" com a trajetória dos acusadores. "A família Sarney, muito antes do flagrante da mala de dinheiro da empresa Lunus, construiu uma hegemonia política que ainda hoje se mantém no Estado", prossegue o texto, em que a nova
governadora e seu pai - o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) - são duramente atacados.

Os pedetistas responsabilizam o clã dos Sarney pelas dificuldades econômicas do Estado do Maranhão, definido como uma espécie de "capitania hereditária" da família. Na nota, o PDT da Câmara declara-se preocupado "para além das questões locais" e diz que a aliança que o grupo Sarney mantém com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "macula o governo".

Ao final, o partido deixa claro que o julgamento de Lago pelo TSE não encerra a disputa e que os advogados dele recorrerão ao Supremo Tribunal Federal (STF), questionando a cassação do mandato. Uma hora depois da divulgação da nota da bancada do PDT na Câmara, a Executiva Nacional do partido também saiu em defesa de Jackson Lago e criticou o que chamou de "equivocada decisão" do TSE.

"Cassar o mandato de Jackson Lago é um duro golpe na soberania popular exercida pelo sufrágio livre e universal do povo maranhense, que optou majoritariamente por mudanças na política estadual e rejeitou a candidata da oligarquia conservadora", diz a nota da direção do PDT, referindo-se à nova governadora, Roseana Sarney (PMDB).

No mesmo tom usado pela bancada federal do PDT, os dirigentes do partido criticam o clã dos Sarney e reafirmam sua "total confiança no governador Jackson Lago, por se tratar de homem honrado, coerente e respeitado, que tem dedicado a sua vida à luta dos trabalhadores e excluídos." Para a executiva pedetista, os adversários de Lago é que são conhecidos nacionalmente por usar e abusar do seu incontestável poder econômico e político."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG