PDT e PSDC têm cotas do fundo partidário suspensas

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) suspendeu ontem a transferência das cotas do fundo partidário de fevereiro a dezembro deste ano aos diretórios regionais do Partido Democrático Trabalhista (PDT) e do Partido Social Democrata Cristão (PSDC). De acordo com a decisão da corte, as legendas cometeram irregularidades na prestação de contas anuais à Justiça Eleitoral.

Agência Estado |

Segundo o TRE-SP, o PDT não comprovou contribuições recebidas em 2004, no valor de R$ 14 mil, e também despesas com pessoal. Já o PSDC teve as contas referentes a 2003 rejeitadas porque doações no valor de R$ 88 mil divergem das declaradas pelas empresas doadoras. Além disso, 45% dos gastos com pessoal, cerca de R$ 12 mil, ficaram sem comprovação.

Procurado pela reportagem, o presidente municipal do PDT, vereador Cláudio Prado, disse que a legenda entrará com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar reverter a decisão. As lideranças do PSDC não foram encontradas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG