SÃO PAULO (Reuters) - Logo após enviar pedido de desfiliação ao Democratas, o governador interino do Distrito Federal, Paulo Octávio, anunciou que renunciará ao cargo nesta terça-feira. A carta de renúncia de Paulo Octávio será lida ainda nesta tarde na Câmara Legislativa do DF, informou a assessoria do governador. O presidente da Câmara, Wilson Lima (PR), deve assumir o posto.

Octávio está há 12 dias no cargo, em substituição ao governador licenciado, José Roberto Arruda (sem partido), preso na PF por obstrução da apuração de investigação de um suposto esquema de pagamento de propina.

(Reportagem de Carmen Munari)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.