Paulo Bernardo diz que regulamentação do grampo é oportuna e tem relevância

BRASÍLIA - O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse nesta quarta-feira que considera importante a regulamentação do grampo telefônico, porque o assunto vem sendo debatido recentemente com maior intensidade no dia a dia.

Redação com Agência Brasil |

Fala-se em centenas de milhares de pessoas que são grampeadas. Acho que é muito oportuno que seja regulamentado: em que condições isso deve ser feito, como deve ser tratado.

Agência Brasil
fe
Ministro Paulo Bernardo, do Planejamento
Para o ministro, o assunto tem relevância, porque mexe com os direitos fundamentais do cidadão, além de ser importante para as boas técnicas de investigação.

A agilidade na regulamentação do grampo telefônico foi um dois principais assuntos da última reunião de coordenação política. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu mais empenho dos ministros da área política para convencer os parlamentares a definir o que é legal e o que é ilegal nessa prática.

O ministro fez as declarações ao deixar encontro, hoje cedo, com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Carlos Ayres Britto.  Paulo Bernardo foi ao TSE falar sobre o Orçamento da Justiça Eleitoral no próximo, como tem feito feito com todos os ministérios.

Leia também:

  • CPI dos Grampos ouvirá Dantas, Protógenes e Sanctis
  • Jungmann nega que projeto contra abuso de autoridade seja lei da mordaça

Leia mais sobre: Grampos

    Leia tudo sobre: grampo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG