Paulo Bernardo diz que CPI da Petrobras é atitude irresponsável da oposição

CURITIBA - O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, qualificou como irresponsável a atitude da oposição de insistir numa CPI para investigar possíveis irregularidades tributárias na Petrobras. Ele falou na manhã desta segunda (18) ao chegar a uma audiência pública sobre o Programa Minha Casa Minha Vida, na Assembleia Legislativa do Paraná.

Agência Brasil |

No afã de dificultar as coisas para o governo, pode prejudicar uma das maiores empresas do mundo. Mas, não vão conseguir, porque o governo vai continuar investindo na Petrobras e na área do pré-sal para manter a Petrobras como a grande empresa que é.

Apesar das considerações, Bernardo afirma que o governo vai fornecer todas as informações pedidas. [Fazer a CPI] é um direito constitucional e que está no regimento do Congresso.

Para Bernardo, o PSDB gostaria mesmo era de privatizar a Petrobras, o que não conseguiu no governo anterior. "Provavelmente está querendo desmoralizar a empresa para fazer isso no futuro", disse. Vamos acompanhar as ações da oposição sem paralisar as ações do governo. Nem as ações de investimento nem nem o Programa Minha Casa Minha Vida, completou.

Leia também

Opinião

Leia mais sobre: CPI da Petrobras

    Leia tudo sobre: cpi da petrobras

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG