Paulistano passa 2h43 por dia no trânsito e é contra pedágio urbano, aponta pesquisa

SÃO PAULO - O paulistano passa, em média, 2h43 todos os dias no trânsito, segundo dados de uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira pela ONG Movimento Nossa São Paulo. O levantamento, feito em parceria com o Ibope, apontou também que a maioria da população é contra a cobrança de pedágio urbano.

Redação |

AE
Paulistano dá nota baixa para a situação do trânsito, aponta pesquisa

De acordo com a ONG, foram entrevistadas 805 pessoas entre os dias 28 de agosto e 1º de setembro. A pesquisa aborda diversos aspectos relativos à locomoção na cidade, por exemplo quanto tempo é gasto no deslocamento para a atividade principal, qual a frequência de utilização do transporte público e quais os meios usados.

Os resultaram mostram que a população de São Paulo está totalmente insatisfeita com o trânsito ¿ a nota média para a situação do trânsito na cidade, de 0 a 10, está em 3,0. Para 47% dos entrevistados, o trânsito é considerado péssimo. A maioria é a favor do rodízio de dois dias em São Paulo ¿ entre os que utilizam carro, o percentual cai para 44%.

Segundo os dados obtidos, passou de 37%, em 2008,  para 50%, em 2009, o total de entrevistados que afirmam possuir um ou mais veículos em casa. Dos que possuem carro atualmente, 37% fizeram a compra nos últimos 12 meses.

Transporte público

Apesar da alta na compra dos carros, cresce também a disposição dos paulistanos em deixar o veículo e usar o transporte público ¿ permaneceu em 43% o percentual dos que com certeza deixariam de usar o carro caso houvesse uma boa alternativa de transporte e aumentou de 24% para 35% os que provavelmente deixariam.

Para 67% do total de entrevistados, os investimentos feitos para melhorar a circulação na cidade deveriam priorizar o transporte coletivo, com ampliação e modernização das linhas de metrô, trem e ônibus.

No último ano, o número de usuários do transporte público aumentou, e o tempo de espera nos pontos ou terminais e a lotação nos ônibus em São Paulo pioraram no último ano, segundo a pesquisa.

Marginal e fretados

Os entrevistados também responderam perguntas que abordam temas polêmicos, como a opinião sobre a restrição aos fretados e a ampliação da Marginal Tietê.

A maioria é a favor da ampliação da Marginal Tietê, mas, se pudesse escolher, optaria por investir os recursos no transporte coletivo ¿ 89% dos entrevistados concordaram com a criação de novas pistas na Marginal Tietê. Porém, para 56% das pessoas o dinheiro utilizado na obra deveria ser utilizado para ampliar linhas de metrô e trem e em corredores de ônibus.

Já em relação aos fretados, a população se divide: 47% dos entrevistados são a favor da medida e 51%, contrários.

Leia também:

Leia mais sobre : trânsito

    Leia tudo sobre: congestionamentoongtransito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG