Paulinho tem até as 19h para apresentar sua defesa

BRASÍLIA - O deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, tem até as 19h desta quinta-feira (26) para apresentar sua defesa ao Conselho de Ética (CE) da Câmara, onde responde a processo de cassação de mandato. Ele foi apontado pela Polícia Federal durante a operação Santa Tereza por suposto envolvimento em irregularidades com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

Abr/ Antônio Cruz
O deputado federal Paulinho da Força
De acordo com o relator da matéria no CE, deputado Paulo Piau (PMDB-MG), a expectativa é que Paulinho cumpra o prazo. Isso feito, ele vai oferecer duas datas ¿ dois ou oito de julho ¿ para que o pedetista faça sua defesa oral no Conselho.

"Se ele escolher o dia oito eu vou querer ouvir no mesmo dia as testemunhas de acusação", adiantou Piau. O relator ainda destacou que vai conversar com os demais conselheiros e pedir empenho para que o processo seja encerrado no máximo até o dia 15 de setembro.

Manobras

Caso Paulinho não protocole sua defesa nesta quinta-feira, o presidente do Conselho de Ética, deputado Sérgio Moraes (PTB-RS), terá que designar um dos membros do CE como defensor do acusado.

Caso isso seja feito na semana que vem, o novo defensor vai ter um prazo de cinco sessões ¿ o mesmo que teve Paulinho ¿ para apresentar a defesa. Acontece que no dia 18 de julho a Câmara inicia seu recesso, e só retoma os trabalhos em primeiro de agosto.

Como nem todas as semanas contam com sessões ordinárias, passa a existir a possibilidade da retomada do processo somente após o recesso dos deputados, justamente num período em que a maior parte dos parlamentares estarão mais concentrados nas campanhas regionais.

Leia mais sobre: Paulinho da Força

    Leia tudo sobre: paulinho da força

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG