Paulinho é vítima de perseguição, diz Força Sindical

A Força Sindical divulgou hoje nota na qual sustenta que o presidente da entidade, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, está sendo vítima, mais uma vez, de implacável perseguição política. Na nota, a central informou que mantém, para o dia 28, a realização de manifestações reivindicando a redução da jornada de trabalho sem diminuição salarial.

Agência Estado |

"Por causa de tudo isso, estamos enfrentando a oposição acirrada dos autoritários conservadores. Aqueles mesmos que buscam nosso apoio político e, ao vê-lo negado, não se conformam com nossa independência", argumentou a entidade. Paulinho está sendo citado pela Polícia Federal (PF) como suposto beneficiário da partilha de recursos que teriam sido desviados do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) por uma quadrilha cujas atividades foram desvendadas na Operação Santa Tereza.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG