Paulinho diz sofrer perseguição política no caso BNDES

O deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, disse hoje que entregou ao delegado da Polícia Federal (PF) uma nota técnica sobre uma auditoria realizada no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), segundo a qual não houve qualquer irregularidade nos contratos da instituição financeira. Isso prova que o que há é uma grande perseguição política contra mim, devido ao meu trabalho no Congresso Nacional, afirmou o deputado ao sair do depoimento na Superintendência da PF em Brasília.

Agência Estado |

Paulo Pereira prestou depoimento sobre a Operação Santa Tereza, em que ele é acusado de envolvimento no esquema de desvio de recursos do BNDES para prefeituras. Paulinho disse que não tem mais nada a declarar sobre esse assunto. O depoimento do parlamentar durou pouco mais de duas horas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG