LONDRES, 11 ABR (ANSA) - Após finalizar o conturbado divórcio com a ex-modelo Heather Mills, Paul McCartney irá voltar ao trabalho com uma mega turnê mundial, informou hoje o jornal inglês Daily Mirror.

Segundo uma fonte próxima do ex-Beatle, McCartney considera a turnê mundial como uma espécie de "festa" para celebrar o final de um capítulo triste.

"Durante o divórcio ele passou muito tempo no estúdio. Foi uma liberação para ele. Existem duas coisas na vida de Paul que o deixam feliz: passar tempo com a família e sua música. Ele tem um álbum de canções que ainda não foram apresentadas em turnê em grandes palcos e ele não vê a hora de se exibir de novo para muitas pessoas", disse a fonte.

A turnê mundial, segundo comentou o Daily Mirror, irá servir certamente para recuperar parte dos 30 milhões de euros que McCartney teve de dar à ex-mulher pelo divórcio.

As datas da turnê, acrescentou a fonte, ainda não estão certas, mas poderão ser anunciadas já no mês que vem.

A primeira etapa provavelmente não será antes de julho, já que, após um concerto programado para junho em Liverpool, o cantor tem a intenção de fazer um mês de testes em estúdio antes de iniciar a turnê.

Em uma entrevista televisiva transmitida na manhã desta sexta-feira, Heather Mills disse que McCartney já está com três "namoradas", às quais deseja "muita sorte".

Há alguns dias o músico foi fotografado em férias no Caribe acompanhado da milionária norte-americana Nancy Shevell.

Leia mais sobre: Paul McCartney

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.