O juiz Hugh Bennett concedeu hoje a decisão preliminar de divórcio para o ex-Beatle Paul McCartney e Heather Mills. O texto se tornará definitivo dentro de um mês e meio, caso não haja objeções.

McCartney e Heather não estavam na corte para o rápido procedimento. Heather, aos 40 anos, saiu do divórcio com um acordo de 24,3 milhões de libras (R$ 80 milhões) e com a reputação manchada depois de acessos de fúria contra o ex-Beatle de 65 anos.

Em um audiência para discutir o divórcio, em março, Heather jogou água sobre uma advogada de McCartney, Fiona Shackleton. Em seguida, disse que "batizou-a". Heather manteve a guarda da filha de quatro anos do casal, Beatrice. Paul manteve a maior parte de seus bens, avaliados em 450 milhões de libras (US$ 880 milhões, ou R$ 1.478 bilhão).

O primeiro casamento de Paul durou bastante. Foi casado por 19 anos com Linda Eastman, até a morte dela, em 1998. Heather casou-se com o músico em 2002 em um castelo irlandês. A separação ocorreu quatro anos depois.

No ano passado, ela reclamou em entrevistas que Paul não a protegeu de difamações, ameaças de morte e outros abusos, além de acusar a mídia de persegui-la. Em novembro, disse que estava sendo "tratada pior que um assassino ou um pedófilo", apesar de seus anos de trabalho em prol da defesa dos animais e de vítimas de acidentes com minas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.