O pastor capa preta Kempes, campeão de competição internacional, foi devolvido ontem ao seu dono, o empresário Ricky Thadeu Hergert, de 27 anos. O animal, avaliado em R$ 40 mil, havia desaparecido no dia 26 do mês passado, quando foi furtado por dois homens no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, de dentro de uma caixa de transporte de animais.

O cão embarcaria para uma disputa no Chile.

Hergert recebeu na manhã de ontem a ligação de uma mulher de Taubaté, dizendo que queria devolver o cão. Quando ouviu o latido, teve certeza: "Era ele. Só quem tem cachorro é capaz de entender o que estou falando."

Segundo a mulher, uma amiga havia lhe falado que o cão sob seus cuidados era o mesmo procurado por uma família, em troca de R$ 5 mil. Menos de uma hora depois, Hergert e sua mãe deixavam Paulínia, onde moram, com destino a Taubaté. "Foi um reencontro indescritível. Assim que ele nos viu veio em nossa direção, pulando." Kempes estava cerca de quatro quilos mais magro. "Mas estava muito bem cuidado, em lugar apropriado e comendo ração de boa qualidade", afirmou Hergert.

A dona da casa contou que ganhou o cachorro de um cunhado. O homem teria dito que encontrara o animal abandonado em Cumbica e que teria resgatado. Hergert dispensou os detalhes. "A única coisa que me importava era estar com o meu menino de novo." A mulher não aceitou a recompensa e pediu perdão. "Eu perdoei. O importante é que ele voltou para nós. Isso não tem preço." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.