Passeata dos sem-namorados reúne 3 mil em SP

Nem os policiais militares que faziam a segurança da passeata dos sem-namorados passaram despercebidos pelos participantes do protesto, misto de bloco de carnaval, que reuniu ontem 3 mil solteiros no Parque do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo. Com direito a banda do Cordão da Bola Preta, tradicional bloco do carnaval carioca, a passeata durou duas horas.

Agência Estado |

Para alguns, o resultado foi positivo. Para outros, valeu só pela festa.

Adolescentes carregavam cartazes em tom bem-humorado pedindo por um namorado. Os solteiros que já passaram dos vinte e poucos também conseguiram encontrar seu par. O movimento, dominado por jovens, atraiu também os mais velhos. “Eu também quero participar. Quem sabe eu encontro alguém”, disse a professora aposentada Francisca Calegari, de 60 anos, que carregava um cartaz escrito “tenho chance?”.

No final, quando a banda do Cordão da Bola Preta parou, quem não encontrou um namorado ao menos conseguiu fazer novas amizades. “Para conhecer pessoas foi ótimo, mas não encontrei ninguém como namorado”, contou a biomédica Mariana Marinho, de 24 anos, que foi sozinha ao parque e saiu com pelo menos quatro novos amigos. As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG