Partidos ainda não aliados são assediados na festa de Serra

Lideranças e militantes de diversas partes do país começam a lotar o Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília, onde ocorre neste sábado o evento de lançamento da candidatura de José Serra (PSDB) à Presidência da República. São esperadas 3.500 pessoas.

Adriano Ceolin e Marcelo Diego |

  • PSDB tenta mostar união com lançamento de Serra neste sábado
  • Roberto Jefferson vai ao ato pró-Serra, mas não sabe se leva o PTB
  • Dilma e Lula participam de encontro no ABC

    Chamado de Encontro dos Partidos, a iniciativa tem o apoio também do DEM e do PPS, além do PSDB. Foram convidadas também lideranças de outros partidos que ainda não firmaram aliança, como o senador Mão Santa (PSC-PI)  e o presidente do PTB, Roberto Jefferson. Os tucanos tentam ampliar o arco de alianças, atraindo siglas de médio e pequeno porte, de olho no aumento do tempo no horário gratuito de rádio e televisão.

    Os presidentes de PPS, PSDB e DEM irão discursar antes de Serra. Roberto Freire, presidente do PPS, disse que irá ressaltar na sua fala os laços históricos do seu partido com o candidato tucano.

    Vou lembrar as ligações de Serra com o antigo PCB (Partido Comunista Brasileiro) do qual eu fui presidente e que vários integrantes do atual PSDB fizeram parte, disse Freire. No começo dos anos 1960, Serra foi militante da AP (Ação Popular). Alberto Goldman, vice que assumiu o governo de São Paulo no lugar do candidato, foi do PCB.

    O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), também já chegou ao evento. Ele estava acompanhado do ex-ministro José Gregori, que deve integrar o comitê financeiro da campanha serrista. Tudo começa hoje. É grande nossa expectativa, disse Kassab, cujo partido poderá indicar o vice na chapa encabeçada pelo tucano. O próprio Kassab compôs a chapa com o tucano na disputa pela Prefeitura de São Paulo, em 2004.

    Dentro do salão onde será realizado o evento, está lotada a área reservada para militantes. Foram distribuídos um caixinha com lanche, bombons e água. São 4.120 kits com sanduíche e 6.000 copos de água à disposição do público, formado por militantes de todo o país. As despesas correm por conta dos diretórios estaduais e nacional do partido.

    O PSDB também disponibilizou hospedagem e deu ajuda de custo para transporte.

    Como antecipou o iG na quarta-feira, no hall de entrada do salão do evento foram disponibilizados 20 computadores para os convidados fazerem comentários no Twitter e sites de relacionamento. Os cartazes no centro de convenções também demonstram preocupação com a rede _convidando os tucanos a participarem de mobilizações pela internet e a seguirem o twitter de Serra.

    O evento que estava marcado para começar às 9h, mas está atrasado. Os organizadores enfrentavam problemas com o credenciamento dos participantes.

    Leia também:

    Leia mais sobre: Serra

    • Leia tudo sobre: psdb

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG