O presidente do Parlamento Europeu (PE), Hans-Gert Pötttering, exigiu nesta segunda-feira a libertação imediata e sem condições da jornalista iraniana Roxana Saberi, que também tem nacionalidade americana.

"Em nome do Parlamento Europeu, peço às autoridades iranianas que libertem imediatamente e sem condições Roxana Saberi", declarou Pöttering na abertura da sessão plenária do PE em Estrasburgo (leste da França).

O presidente do PE se disse "profundamente preocupado" com a jovem jornalista, condenada a oito anos de prisão por espionagem e presa no complexo penitenciário de Evin, em Teerã.

"A situação dos direitos humanos vem se deteriorando no Irã desde 2005", lamentou Pöttering.

A condenação de Sebari foi pronunciada dois meses antes da eleição presidencial no Irã, e pouco depois dos esforços empreendidos pelos Estados Unidos e pela União Europeia para melhorar as relações com Teerã.

"Estou extremamente preocupado, pois temo que o caso (da jornalista) seja utilizado com fins eleitoreiros", finalizou Pöttering.

O presidente do PE também condenou a execução, sexta-feira passada por enforcamento, de Delara Darabi, uma iraniana de 23 anos condenada em 2005 por um assassinato cometido em 2003, quando tinha apenas 17 anos.

"Condeno este crime, contrário a todos os princípios do direito internacional", declarou Pöttering.

csg/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.