Parlamentares italianos entregam carta sobre Battisti

O presidente da Associação de Amizade Parlamentar Itália-Brasil, Domenico Scilipoti, entregou ao ministro interino da Justiça, Pedro Abramovay, carta reiterando a posição do Congresso italiano a favor da extradição do ex-militante do grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), Cesare Battisti.

Agência Estado |

Na carta, Domenico afirma que espera que Brasil e Itália "encontrem uma solução mais adequada para reiterar as razões de justiça no respeito recíproco e no melhor interesse do desenvolvimento das já excelentes relações bilaterais".

Domenico explicou que uma das preocupações da associação é que o episódio envolvendo Battisti não crie problemas nas relações entre Brasil e Itália. No encontro entre Domenico e Abramovay participaram também o deputado italiano Carlo Monai, o presidente da Associação de Amizade Parlamentar Brasil-Itália, Maurício Trindade (PR-BA), o deputado José Eduardo Cardoso (PT-SP) e o senador Eduardo Suplicy (PT-SP).

A carta, que também é assinada por Maurício Trindade, tem o apoio de 250 parlamentares brasileiros e italianos. Domenico vai se reunir amanhã com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) e tentar um encontro com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, relator do processo de Battisti.

Para o ministro interino da Justiça, o encontro foi positivo e serviu para deixar claro que as boas relações entre os dois países serão mantidas. Abramovay, que é favorável ao status de refugiado político concedido a Battisti pelo ministro Tarso Genro, disse que "seria ruim que, em função de uma pressão política se revisse o refúgio concedido".

    Leia tudo sobre: battisti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG