Parentes de vítimas do voo 447 trocam de hotel no Rio

Os familiares das vítimas do voo 447 da Air France estão sendo transferidos do Hotel Windsor da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, para o Windsor Guanabara, no centro da capital fluminense. A mudança foi necessária em função de um grande evento que começa hoje no hotel.

Agência Estado |

A Air France informou que manterá o apoio logístico e psicológico para as famílias por telefone e pessoalmente no novo local. Muitos parentes também começaram a voltar para as suas casas.

“A orientação agora é esperar pelo contato das autoridades após a identificação dos corpos”, afirmou Maarten Van Sluys, irmão da passageira Adriana Francisca Van Sluys. Segundo ele, poucas famílias que moram em outros Estados permanecerão no Rio.

Os familiares das vítimas também discutem a possibilidade de alguns viajarem até o Recife para acompanhar as operações de busca e resgate de corpos e objetos. Eles fizeram um apelo ao ministro da Justiça, Tarso Genro, no sentido de que após o reconhecimento dos corpos o processo burocrático seja acelerado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG