A Secretaria da Saúde do Paraná registrou queda de 10% nos casos de dengue no ano de 2009, de acordo com boletim divulgado ontem. O relatório aponta uma redução de 10,34% no número de casos de dengue confirmados e de 40,74% no número de casos notificados de 2008 para 2009.

Dos 893 casos confirmados no ano passado, 771 são autóctones, cuja infecção ocorreu dentro do Estado. Em 2009, foram registrados no Paraná três casos de febre hemorrágica e dois casos de dengue com complicação. No entanto, não houve nenhuma morte.

De acordo com o levantamento, a maior taxa de incidência de casos da doença foi registrada na 20ª Regional de Toledo, sendo 77,27 a cada 100 mil habitantes. Na região que compreende 18 municípios, o número de casos confirmados chegou a 277, sendo 251 autóctones.

Para 2010, a recomendação da secretaria é que os municípios fiquem atentos quanto à possibilidade de uma epidemia de dengue hemorrágica, uma vez que circulam três tipos diferentes de vírus da doença.

"No Paraná, 263 municípios registraram a presença do mosquito aeades aegypty. As regiões mais atingidas são no oeste, noroeste e norte do Estado, devido à média anual de temperatura, superior a 21ºC", explicou o técnico do Programa de Combate a Dengue, Ronaldo Trevisan.

Solange Spigliatti

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.