Paraná planeja levantamento de áreas de risco

Mapeamento seguirá quatro etapas e deve ficar pronto no fim deste ano

AE |

selo

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Paraná pretende fazer um levantamento sobre todas as áreas de risco existentes nos 399 municípios do Estado. O objetivo é elaborar um plano de contingência que reforce a atuação da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros, além de prevenir tragédias ambientais. A prioridade é identificar as demandas de cada município e as características do clima, solo e rios das regiões. 

O mapeamento seguirá quatro etapas e deve ficar pronto no fim deste ano. A primeira é o estudo dos dados disponíveis sobre os desastres climáticos ocorridos nos últimos cinco anos. "Precisamos conhecer os locais mais suscetíveis do Paraná", destacou o chefe da divisão de Defesa Civil do Paraná, major Gilberto Gavlovski, em nota. Depois, as prefeituras e secretarias de Estado serão chamadas a darem informações técnicas sobre as áreas de risco. 

Posteriormente, a Defesa Civil buscará subsídios em suas coordenadorias regionais para tabular os dados e saber o número exato de localidades e moradores em situação de risco. Na última etapa, serão realizadas parcerias com profissionais para buscar soluções. "Ao conhecer os riscos, será possível fazer um trabalho de prevenção para que os acidentes não aconteçam, e também faremos um plano de contingência, para sabermos como devemos trabalhar caso ocorra algum desastre", disse Gavlovski.

    Leia tudo sobre: Paranádefesa civil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG