Paraná paga indenização a 45 ex-presos políticos

O governo do Paraná entregou hoje R$ 893 mil em indenizações para 45 pessoas que, por motivações políticas, foram presas ou tiveram parentes detidos no Estado durante a ditadura militar. As indenizações foram autorizadas pela Comissão Especial de Indenização a Ex-Presos Políticos, após análise dos processos.

Agência Estado |

Outros 39 processos de pessoas que pleiteavam o ressarcimento financeiro foram indeferidos. Os valores variam entre R$ 5 mil e R$ 30 mil. Segundo o presidente da comissão, Luiz Carlos Delazari, as indenizações têm valor simbólico. "Por meio delas, o Estado reconhece sua culpa, por ter agido com força, desprezando a lei", afirmou.

As indenizações foram possíveis graças à Lei 15.671, de 2007, aprovada pela Assembleia Legislativa. Os pedidos tinham sido protocolados fora do prazo estipulado pela Lei 11.255, de 1995, mas a nova legislação permitiu que fossem aceitos. Desde que a primeira lei foi aprovada, mais de 300 pessoas foram beneficiadas com as indenizações.

O período de prisão contemplado pela legislação vai de 2 de setembro de 1961 a 15 de agosto de 1979. "Fui preso e até hoje não respondi uma linha sequer do inquérito policial da época e isso demonstra como eram feitas as prisões, prendia-se, jogava-se no Ahu (antigo presídio de Curitiba) e depois não precisava ouvir ninguém, soltava-se como se solta algum cachorro na rua", destacou Ary Bracarense Costa, um dos beneficiados.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG