Paralisação provoca tumulto em terminal de ônibus de Florianópolis

Passageiros do transporte público de Florianópolis entraram em confronto com a Polícia Militar (PM) na manhã desta terça-feira no Terminal Integrado do Centro (Ticen), em Santa Catarina.

Bruno Rico, iG São Paulo |

A PM afirma que os usuários do serviço público ficaram revoltados com a paralisação de duas horas, entre as 10h e as 12h, feita pelos funcionários do transporte. Bebedouros e cabines de vidro foram depredadas e, de acordo com a PM, quatro pessoas foram detidas.

Agência Estado
Usuários depredam o Terminal Integrado do Centro (Ticen), em Florianópolis (SC), durante a greve de ônibus. A mobilização começou por volta das 10h20min e terminou só ao meio-dia, e foi motivada pela votação na Câmara dos Vereadores da Capital do projeto que prevê a privatização da Zona Azul. A categoria também protesta contra a diminuição dos horários das linhas de ônibus, o cancelamento da Participação dos Lucros e a possível demissão de cerca de 1,1 mil cobradores.
Usuários depredam o Terminal Integrado do Centro (Ticen), em Florianópolis (SC), durante a greve de ônibus.

A paralisação foi motivada por uma votação na Câmara dos Vereadores da capital de um projeto que prevê a privatização da Zona Azul. A categoria também protestava contra a diminuição dos horários das linhas de ônibus, o cancelamento da Participação dos Lucros e a possível demissão de cerca de 1,1 mil cobradores.

De acordo com comandante do 4º batalhão do centro, Tenente Vieira, o conflito entre manifestantes e a polícia começou com um bate-boca. Quando chegamos ao local, vimos que, efetivamente, havia gente realizando depredações e tivemos que realizar detenções. Vieira estima que cerca de 50 civis tenham participado do conflito.

(Com informações da Agência Estado)

Paralisação no transporte coletivo em SC

Leia mais sobre: protesto

    Leia tudo sobre: políciapolícia militarprotestosanta catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG