Paralisação de ônibus deixa prejuízo de R$ 14 milhões em Belo Horizonte

A paralisação dos ônibus prejudicou nesta segunda-feira, na região metropolitana de Belo Horizonte, pelo menos 1 milhão de usuários. A estimativa é do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários em Transporte Coletivo, que reivindica das empresas aumento nos salários e melhorias nas condições de trabalho.

Agência Estado |

Na capital do Estado, o prejuízo para o comércio foi de R$ 14,7 milhões segundo estimativa da Câmara de Diretores Lojistas de Belo Horizonte. Muitas lojas não abriram porque os funcionários não conseguiram chegar ao local de trabalho.

AE
Motoristas e cobradores cruzaram os braços na Grande Belo Horizonte

A entidade pediu a interferência do Ministério Público Estadual para impedir que o movimento grevista continue prejudicando o comércio. "O prejuízo pode chegar a 30% do faturamento diário, que é de R$ 49 milhões", afirmou o presidente da entidade, Roberto Alfeu.

Diante dos transtornos causados, o Ministério Público do Trabalho pediu à tarde, em caráter liminar, que a categoria seja obrigada a cumprir escala mínima - que equivale a manter 50% da frota em circulação. A determinação vale a partir da zero hora de terça. A multa por descumprimento foi estipulada em R$ 30 mil por dia.

Leia mais sobre: greve

    Leia tudo sobre: greve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG