Paraguai: sem-terra invadem fazenda de brasileiro

Cerca ce 800 camponeses pressionam governo paraguaio a retomar a compra de terras

EFE |

Cerca de 800 camponeses paraguaios invadiram a propriedade de um fazendeiro brasileiro no centro-leste do país vizinho para pressionar o governo a retomar a compra de terras, informaram neste sábado fontes da Promotoria. Os invasores, ligados ao movimento dos trabalhadores "sem-terra" daquele país, estão desde a véspera na fazenda de Ulisses Rodrigues Teixeira, membro de um grupo empresarial brasileiro que é dono de extensas plantações de soja no Departamento (Estado) de San Pedro.

A exigência dos invadores - que já haviam invadido a mesma propriedade em outras ocasiões - é de que o governo adquira 22 mil hectares do prédio para ser destinado aos assentamentos rurais, como tinha sido anunciado inicialmente pelas autoridades.

A Promotoria estava investigando o Instituto Nacional de Desenvolvimento Rural e da Terra (Indert) por suposta supervalorização do contrato de compra de terras, denunciada pela imprensa e por um ala da oposição.

Conforme a imprensa paraguaia, o brasileiro comprou o imóvel em 2007 por US$ 11,1 milhões e no ano seguinte, supostamente, fechou negócio com o governo por um valor três vezes maior.

    Leia tudo sobre: paraguaisem-terra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG