Para ter voto, candidato a vereador ignora território

A zona leste tem o maior número de candidatos a vereador em São Paulo, mas o voto dos eleitores é mais disputado no centro da cidade. Isso decorre da densidade demográfica: enquanto na área central são apenas 883 mil moradores para 36 concorrentes - 1 para cada grupo de 10,6 mil habitantes -, a região leste da capital tem 185 candidatos, mas é a mais populosa, com 4 milhões de habitantes, o que corresponde a 21,6 mil moradores por candidato.

Agência Estado |

Proporcionalmente, os votos do centro foram mais efetivos para compor o atual Legislativo: com população cinco vezes menor, elegeu 8 vereadores, enquanto a zona leste fez 13. Da zona sul, a segunda em população, com 3,4 milhões de habitantes, saíram 15 eleitos. Nessa região, são 160 candidatos a vereador - um para cada 21,2 mil pessoas. Os números do serviço eletrônico Vereador Digital, do portal estadao.com.br, mostram que os votos das áreas mais populosas ajudam a eleger candidatos de regiões com menos habitantes.

Revelam também que grande número de candidatos não se importa com a geografia urbana: 262 omitiram a zona de origem alegando que atuam na cidade toda. Na zona oeste, 51 candidatos disputam eleitores entre 956 mil habitantes - 1 para cada 18,7 mil. Dos atuais vereadores, 8 procedem dali. A zona norte tem a melhor relação candidato/população. São apenas 40 para 2,2 milhões de habitantes - média de 55 mil moradores por candidato. Entre os atuais vereadores, 11 são dessa região. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: eleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG