tititi político - Brasil - iG" /

Para Serra, preocupação com represa é tititi político

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), classificou de tititi político eleitoral a preocupação da Baixada Santista, especificamente da Prefeitura e da população de Cubatão, com a possibilidade da abertura das comportas da represa Billings inundar a cidade. A Prefeitura de Cubatão é comandada pela petista Márcia Rosa.

Agência Estado |

"Esse problema está sendo politizado. Infelizmente, neste ano tem eleição, e a prefeitura de Cubatão e os deputados estão criando problema político aí. O Estado procurou, mas a prefeitura não colaborou, como também demorou para colaborar no projeto do reassentamento das famílias da Serra do Mar", disse o governador em Itanhaém.

Serra participou da inauguração de dois conjuntos habitacionais da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) em Itanhaém, onde entregou as chaves de alguns dos 352 apartamentos do Conjunto Verdes Mares 2 e 3.

Serra afirmou que tem realizado a abertura das comportas das represas com muito critério. "Como aliás, já tem sido feito aqui mesmo em Cubatão que já se abriu, já aumentou a vazão e isso está sob controle", disse o governador.

Segundo ele, o problema tem que ser encarado no seu conjunto. "A responsabilidade do poder público é a da segurança, inclusive das represas", disse Serra. "Quando uma represa está cheia, se não se der vazão, ela pode se fraturar e nós termos grandes calamidades".

Questionado a respeito de outros reservatórios da Sabesp e dos problemas de inundações ocorridos no interior, Serra se limitou a dizer que "está adotando todos os procedimentos necessários". "Nós estamos ajudando os municípios, inclusive criamos um auxílio moradia que complementa o auxílio que é dado a muitos municípios", disse.

Em uma reunião realizada na quinta-feira, Prefeitura de Cubatão e a Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE), que é ligada a Secretaria Estadual de Saneamento e Energia e gerencia a Usina Henry Borden, discutiram a abertura das comportas da Billings e a vazão de água que isso traz ao rio Perequê, em Cubatão, e seus afluentes. Tanto o presidente da EMAE, Antonio Bolognesi, quanto a prefeita Márcia Rosa mostraram-se satisfeitos com a conversa.

Leia também:

Leia mais sobre chuva

    Leia tudo sobre: chuvachuvasserra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG