Para não ser assassinada, adolescente se finge de morta e é jogada em rio em SP

SÃO PAULO - Uma adolescente de 15 anos se fingiu de morta em Monte Mor, no interior de São Paulo, para não ser assassinada pelo ex-namorado e o tio dele na noite de sábado. A jovem chegou a ser jogada em um rio, mas conseguiu sair e pedir ajuda.

Redação |

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, os policiais militares foram acionados pela mãe da adolescente e encontraram a garota em uma chácara.

Ela contou à polícia que encontrou o ex-namorado W.H.S., de 18 anos, e o tio dele A.A.S., de 33 anos, em uma praça, quando foi obrigada por eles a entrar em um carro. A adolescente afirma ter sido agredida com chutes e socos na barriga e ouviu A.A.S pedindo ao seu ex-namorado que a enforcasse.

A jovem simulou perder os sentidos e a dupla, acreditando que ela já estava morta, a jogou da Ponte Capivari.

Segundo a polícia, a jovem conseguiu nadar até a beira do rio e depois pedir ajuda a um homem de uma chácara próxima, que ligou para a mãe da garota.

Os policiais foram até a casa de A. e prenderam os dois em flagrante. A. negou a participação no crime, mas W., segundo a polícia, confessou ter tentado matar a ex-namorada por não se conformar com o término do namoro, que durou um mês e meio.

A adolescente sofreu lesões nas costas, orelhas e pescoço. Foi encaminhada a um pronto-socorro, onde foi medicada e liberada.

Os suspeitos do crime foram levados à cadeia pública da cidade de Sumaré.

Leia mais sobre: violência

    Leia tudo sobre: adolescenteex-namoradoriosão pauloviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG