espalhafatosa - Brasil - iG" /

Para Lula, saída de Marina Silva foi espalhafatosa

BRASÍLIA - Apesar das trombadas constantes com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo menos quatro ministros da Esplanada, o Planalto esperava que Marina Silva tivesse mais disciplina partidária na hora de deixar o governo.

Agência Estado |

O presidente ficou irritado e, em conversas com assessores, classificou de espetaculosa e espalhafatosa a forma como a ministra do Meio Ambiente deixou o cargo. Para Lula, houve um componente eleitoral na forma como Marina saiu.

Lula se disse surpreso e indignado com a decisão de Marina Silva e reclamou, em especial, do fato de a notícia ter chegado à imprensa antes de ele ser oficialmente informado da demissão.

Lula reclamava, principalmente, da posição de vítima com que Marina travestiu a demissão. Para o Planalto, a ministra desenhou claramente uma estratégia para punir o governo, que, de agora em diante, será alvo de críticas dos movimentos ambientalistas.

Escalado para conversar com Marina, o ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, telefonou para ela durante a tarde, mas não foi atendido. A idéia inicial, de tentar fazer a ministra desistir do pedido de demissão, foi então abandonada.

Na avaliação do Planalto, Marina quis mostrar que se considerou injustiçada no governo, mas também tinha uma preocupação com o futuro: é que em 2010 termina o mandato de senadora, e ela terá que enfrentar uma nova campanha para tentar a reeleição. Por isso, os colaboradores do presidente acreditam que Marina entendeu ser a hora de voltar ao Legislativo e se dedicar à conquista de mais um mandato. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo"

    Leia tudo sobre: marina silva

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG