Para Lula, fraude no Enem é trama ainda inexplicada

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao comentar hoje o roubo do conteúdo das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sugeriu que o episódio se trata de algum tipo de trama com intenções ainda desconhecidas. Eu, sinceramente, não posso acreditar que, no momento que está vivendo o Brasil, alguém tivesse a intenção de roubar uma prova do Enem e passar para a imprensa, afirmou o presidente.

Agência Estado |

"Porque, antigamente, se levava para vender para os cursinhos. Eu não sei se tinha alguém que se sentiu prejudicado pelo Enem e resolveu fazer com que o Enem não desse certo este ano."

Na mesma linha de raciocínio, Lula acrescentou: "Se a pessoa pensou que estava prejudicando o governo, a pessoa não verdade foi uma irresponsável que prejudicou a tentativa de milhões de jovens de, através do Enem, entrar na universidade e acabou com a pretensão desses jovens. A gente não pode afirmar a serviço de quem isso aconteceu. Eu não sei quem se sentiu prejudicado com o Enem. Quem foi prejudicado pelo Enem pode ter a ver com quem roubou."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG