carreira solo - Brasil - iG" /

Para Lula, Dilma e Ciro têm vocação para carreira solo

BARRA, Bahia - Ao inspecionar nesta tarde as obras de revitalização do Rio São Francisco acompanhado da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e do deputado Ciro Gomes(PSB-SP), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva praticamente descartou uma chapa integrada pelos dois para disputar a sucessão presidencial em 2010.

Redação com Agência Estado |

Lula elogiou tanto Dilma quanto Ciro, afirmou que "são grandes companheiros" e acrescentou que, pelo que conhece dos dois, eles têm mais vocação para "uma carreira solo".

AE
O deputado federal Ciro Gomes (PSB) e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff

Lula justificou que convidou Ciro para integrar a comitiva que inspeciona as obras de transposição do Rio São Francisco por ter sido ele uma das pessoas que mais "batalhou" pelo projeto.

Também acompanham o presidente Lula, além de Dilma e Ciro, os ministros da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, das Cidades, Marcio Fortes, e da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins.

Em seu discurso, Lula disse que quando deixar a Presidência voltará à região do São Francisco, irá percorrer o rio sem seguranças e sem a companhia de ministros e vai exigir a continuação da obra.

O presidente inspecionou obras de dragagem durante um passeio de cerca de 20 minutos que fez em um barco da Marinha. Ele já embarcou para Xique-Xique (Bahia).

Dívida

Lula ressaltou que as obras de transposição e revitalização do Rio São Francisco representam o pagamento de uma dívida história. Cerca de 8 mil trabalhadores estão envolvidos na revitalização do São Francisco.

O presidente disse que sentiu que o projeto do São Francisco ia sair do papel no dia que foi eleito presidente da República. Até aí, afirmou ele, só havia promessas.

Governantes "duas caras"

Ao iníciar a viagem por quatro Estados para vistoriar as obras de revitalização e integração do Rio São Francisco, Lula garantiu que o projeto não será deixado pela metade, criticando governantes anteriores .

Divulgação
Lula, Ciro Gomes, Dilma Rousseff e Aécio Neves durante visita às obras do São Francisco
"Essa obra foi pensada em 1847. Quase 200 anos depois, não conseguiu andar, porque tivemos muitos governantes de duas caras, que prometiam fazer a obra em um Estado e não faziam, disse durante discurso em Buritizeiro, município de Minas Gerais.

Leia mais sobre transposição do Rio São Francisco

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG