situação delicada - Brasil - iG" /

Para Lula, Dilma deixou Agripino em situação delicada

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva considerou hoje um tiro no próprio pé a intervenção do senador José Agripino Maia (DEM-RN) no depoimento da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, ontem, na Comissão de Infra-Estrutura do Senado. Ele achou que certamente iria abafar, colocar a Dilma em situação delicada.

Agência Estado |

No fundo, eu acho que ele é que ficou em situação delicada", declarou.

Num ato considerado desastrado para a estratégia da oposição, que queria constranger a ministra sobre o suposto dossiê com gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Agripino lembrou que Dilma mentiu, sob tortura, durante a ditadura militar. Ela retrucou que se orgulhava de ter mentido naquelas circunstâncias para não entregar os companheiros e levá-los à morte. "Eu acho que o Agripino fez o que não deveria fazer. Um homem com a experiência política dele...", ironizou.

O presidente da República disse que as cobranças da oposição sobre o suposto dossiê fazem parte do jogo político e não impedirão que o governo continue a levantar dados sobre seus gastos. "Eles (a oposição) vão passar a vida inteira perguntando e nós vamos passar a vida inteira fazendo nosso cadastramento e bancos de dados, porque temos obrigação de fazer isso", assinalou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG