destemperada - Brasil - iG" /

Para líderes do PT, declaração de FHC foi destemperada

O líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), e o líder do PT na Casa, Cândido Vaccarezza (SP), reagiram às declarações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso de que o governo federal pratica cupinização da política nacional e que o Congresso nacional está bambo e não representa mais nada. Para Vaccarezza, a declaração não está à altura do ex-presidente.

Agência Estado |

"Foi uma fala inadequada, destemperada", disse o petista. "O fato de ter um grupo de cidadãos com conduta antiética não pode recair sobre todos, muito menos sobre a instituição. O parlamento brasileiro é forte e não pode ser atacado por um ex-presidente da República", afirmou. Ele reconhece que o Congresso passa por uma "fase difícil", mas destacou que foram aprovadas medidas de combate à crise como a MP que permite que a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil comprem instituições financeiras em dificuldade.

Fontana, por meio de sua assessoria, divulgou nota na qual afirma que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está fazendo uma "republicanização" do Estado brasileiro, "afastando as traças que corroeram o patrimônio público e a economia brasileira com privatizações e desregulamentação do mercado", diz o líder. "O que vemos hoje, diante da crise mundial, é um Brasil de pé e não um país subjugado e dependente do cassino financeiro internacional", completou.

Em palestra proferida na manhã de hoje na Associação Comercial de São Paulo (ACSP), FHC acusou o governo federal de permitir que "cupins" corroam a política brasileira. Ele associou a ação do inseto à partidarização da máquina pública federal. "Estamos sofrendo uma 'cupinização' do Estado brasileiro", disse FHC.

    Leia tudo sobre: fhc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG